Escolha de Brinquedos para crianças com TEA

Descubra como brincar pode contribuir com o desenvolvimento da criança no espectro do autismo

Durante a infância uma das ferramentas de aprendizagem e desenvolvimento é a brincadeira. Para todas as crianças, inclusive com Transtorno do Espectro do Autismo (TEA), brincar pode contribuir com o aperfeiçoamento cognitivo, físico, motor, além de promover interação social e emocional, e oferecer uma oportunidade para que os pais interajam com seus filhos.

No espectro do autismo os brinquedos podem ainda auxiliar a criança a vencer uma importante barreira que é a sensorial. Dependendo da experiência proposto numa determinada atividade, é possível obter uma melhora no comportamento, ajudando a lidar com alguma sensibilidade, seja ela visual, sonora ou que envolva cheiros e texturas.

Na hora de escolher o brinquedo ou jogo é importante considerar a idade de desenvolvimento da criança – ou seja, seu grau de autismo, e não a faixa etária definida pelo fabricante. Por exemplo, uma criança com TEA nível 3 poderá se beneficiar de um brinquedo mais simples, que interage com ela ao simples toque de um botão, não importando se é uma atividade indicada para crianças de 2 a 4 anos de idade e ele tem 6.

Dê preferência a uma brincadeira que proporcione o uso da imaginação, como blocos de montar ou encaixar. Outras opções são os jogos, àqueles de tabuleiro ou que propõem repetir palavras, reconhecer objetos, animais ou cores. Vale utilizar jogos que envolvam elementos simples.

Há também livros e quebra-cabeças, com várias texturas e cores, que além de promover momentos de lazer, estimulam a criança. Outra ideia são os brinquedos como trampolins, triciclos e bicicletas, que auxiliam a desenvolver habilidades motoras.

Uma dica que pode ser valiosa é evitar utilizar diversos brinquedos ao mesmo tempo, pois pode perturbar a criança por serem muitas informações. É recomendado que criança seja exposta a diferentes tipos de atividades, mas em momentos distintos, para que ele ou ela tenha oportunidade de encontrar aquela que mais a beneficie, descobrindo qual pode funcionar melhor para ela, além de diverti-la. Não se frustre caso algo não atrai seu filho num primeiro momento, tente em outra fase de sua vida.

É importante prestar atenção aos avisos expressos nos produtos que alertam para um risco de provocar engasgo e/ou asfixia nos produtos. As crianças com autismo podem querer colocar na boca os objetos, de modo que pequenas peças podem ser um problema.

Tenha em mente que o melhor brinquedo para a criança com autismo é aquele que a motiva a se engajar em algo. Quanto mais interativo e educativo para a criança melhor.

Ao apresentar uma brincadeira para seu filho, procure não ficar ansioso. O que importa é fazer com que seu filho brinque com algo e, ao mesmo tempo, consiga expandir seus horizontes.

Procure conversar com outros pais e trocar experiências pessoais. Mas lembre-se de que cada criança com autismo é única e terá suas preferências, que podem diferir dos demais.

Estimular uma criança com TEA a brincar contribui para estreitar laços entre ela, seus familiares e as pessoas com quem convive, simbolizando um gesto de amor e acolhimento.

A Zastras tem presentes educativos para crianças com TEA!
Nossa contribuição é para que todas as crianças possam ao mesmo tempo ler, brincar e se desenvolver, independentemente do tipo de dificuldade que ela possa vir a ter. É a nossa maneira de participar da construção de uma infância com qualidade para todos, sem exclusão.